Meu perfil
BRASIL, SAO PAULO, Mulher, Até dois anos

Histórico
Categorias
Todas as Categiorias
  Link
  Evento
  Citação
  Avaliação
  Objeto de Desejo


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
ovelha pop
o mundo de pedro
mothern
duas fridas
muitas de mim
amigas do parto
alice me persegue
o mundo de christina
Quarto de Bebê







Nas teias da rede

Pessoas queridas, o blog novo está no ar: visitem Pacha Mama.

E confiram lá o resultado  do sorteio.



 Escrito por Micheliny Verunschk às 14h36
[] [envie esta mensagem] []





E está chegando a hora de mudarmos. Semana que vem, dia 29, voamos para Pernambuco para um novo modo de viver. Mais próximo da natureza,de nós mesmos, das coisas mais simples que são as mais caras. Isso me lembra um poema de Alberto Caeiro, que diz:

Quando eu não te tinha
Amava a Natureza como um monge calmo a Cristo...
Agora amo a Natureza
Como um monge calmo à Virgem Maria,
Religiosamente, a meu modo, como dantes,
Mas de outra maneira mais comovida e próxima...
Vejo melhor os rios quando vou contigo
Pelos campos até à beira dos rios;
Sentado a teu lado reparando nas nuvens
Reparo nelas melhor-
Tu não me tiraste a Natureza...
Tu mudaste a Natureza...
Trouxeste-me a Natureza para o pé de mim,
Por tu existires vejo-a melhor, mas a mesma,
Por tu me amares, amo-a do mesmo modo, mas mais,
Por tu me escolheres para te ter e te amar,
Os meus olhos fitaram-na mais demoradamente
Sobre todas as coisas.
Não me arrependo do que fui outrora
Porque ainda o sou.

Antes a natureza era fora de mim. Depois de Nina, sei que a natureza é um estar-em mim, uma permanência anterior a mim mesma. Ela não mudou a natureza, ela trouxe a natureza ao pé de mim.

Aviso 1: Por conta dessa nossa mudança, as postagens nesse (e nos outros blogs) estarão um tanto irregulares nessa transição novembro/dezembro. Mas não deixem de passar por aqui, que também não deixarei de passar...

Aviso 2: continuem comentando, depois do dia 30 faremos o sorteio e a prenda vai para o sorteado assim que a poeira da mudança baixar.


 Escrito por Micheliny Verunschk às 19h11
[] [envie esta mensagem] []



Nina Bailarina parte 2 - a menina

Há algumas semanas, Nina cismou que é uma bailarina e me pediu uma roupa de balé. Mas não qualquer roupa. Tinha que ser verde. Resolvi procurar a tal roupa. Foi aí que Débora, prima de Ricardo, me perguntou se eu não queria comemorar o aniversário de Ninoca junto com o da menina dela, a Giovanna, e com a bisavó das duas, a dona Gilda. Como vocês sabem, estamos atarantados com a mudança (que será próximo dia 29). Topei, embora o dia de aniversário da Nina seja mesmo só dia 30 de novembro. Enfim... Fizemos o aniversário das três meninas (Gigi com 7, Nina com 2 e a dona Gilda com 93). E Nina Bailarina rodopiou pra lá e pra cá até cansar da fantasia e voltar a ser apenas uma menina.

Peço desculpas aos amigos por não tê-los convidado. Entramos de carona nessa festa que acabou sendo uma comemoração em família. Mas dá pra entender, não é? E dá também pra se divertir com as fotos de Nina Bailarina, a menina.




[risada gostosa depois de ganhar o Elmo da Vila Sésamo que morre de cócegas]


[aquecimento ao piano]


[ela rodopia com o pai. Vocês nem imaginam as coreografias que esses dois andam inventando]


[no alto]


[fim da apresentação, a bailarina descansa]


[as gerações entrelaçadas]


[da esquerda para direita, as aniversariantes: a bisa, a Gigi e a Nina]


[a família. Da esquerda para a direita, embaixo: a bisa, a Gigi e a Lulu, irmã gêmea de Ricardo. Em cima, o Caio (também bisneto e aniversariante de novembro), eu, Ricardo, Nina e a Zilda, a vovó de Nina por parte de pai, embora ela seja tia dele...]

Ah, e só pra não esquecer. Em Pernambuco vai ter outro aniversário, porque os avós de lá não vão deixar em branco. Que agenda!!!!






 Escrito por Micheliny Verunschk às 10h06
[] [envie esta mensagem] []



Ontem...

Cheguei de uma reunião de trabalho quase à meia-noite [domingão mesmo] e Nina estava lá, serelepe que só ela. Fui colocá-la pra dormir, mas a pessoinha estava num fogo que ninguém pode imaginar. Deitei na cama com ela e ela lá, tagarela. Cochilei. Acordei com ela me ninando, passando a mãozinha no meu cabelo: Ah, ah, ah, meu neném...

Eu não sabia se ria ou se chorava.

Que figurinha!!!!

 Escrito por Micheliny Verunschk às 17h38
[] [envie esta mensagem] []



Nina Bailarina Parte 1 - A Boneca

Há algum tempo, Sônia, leitora querida desse blog (acho que desde que ele chamava Quarto de Bebê) me pediu uma boneca pernambucana.

Ela veio comigo nessa última viagem que fiz pra lá. Direto de Porto de Galinhas. Linda, linda e arteira.

Nina, que vem numa fase, digamos "bailarina", batizou a boneca de "Nina Bailarina". Brincou e até a colocou pra dormir em sua própria cama.

Agora, a "Nina Bailarina" foi para seu novo lar e ao que parece tudo está que é uma animação só...

Confiram:


[ela, Sônia e seus mais novos amigos]


[ela e Felipe]


[três "fulô de laranjeira": Nina Bailarina, Sassá e Sônia]

Com direito até a poeminha da Sônia:

Nina Bailarina, entrou na minha vida
Pra contar a estória do meu bem...
Nina, a Menina, filha da poetinha,
Embalou a boneca muito bem.
E a Tia Sonha, com seus sobrilindos
Adormeceu sorrindo até o ano que vem...



 Escrito por Micheliny Verunschk às 17h35
[] [envie esta mensagem] []



Amazona





Esse cavalinho foi meu pai, o avô mais coruja desse mundo, que customizou para Nina. Ele lixou, passou massa, pintou e só não deu vida ao cavalo porque não conseguiu. Embora que, às vezes, acho que ele criou vida, peralta como é...



Ah, e um detalhe: tem o nome dela marcado...

 Escrito por Micheliny Verunschk às 14h04
[] [envie esta mensagem] []



A prenda

Queridas e queridos, a prenda do nosso sorteio será essa linda camiseta da ong Parto do Princípio, cujo foco é a maternidade ativa. Se você é mãe ou não é, se é homem, não importa, é uma bela causa para abraçar.



Clique no site e confira: Parto do Princípio

Ah, e claro, vão comentando porque o negócio tá morno por aqui.

 Escrito por Micheliny Verunschk às 10h56
[] [envie esta mensagem] []



Atenção! Atenção! Mudanças e sorteio!

Esse blog já tem data para mudar. Ele fica por aqui, do jeitinho que vocês conhecem até Nina completar dois anos (30 de novembro). Depois ele muda e não apenas de endereço. Vai continuar, é claro, sendo um diário do crescimento da Nina, mas vai retomar uma pegada reflexiva que o blog da gestação, O Quarto de Bebê, tinha. Ele está sendo preparado com muito carinho e aposto que vocês vão gostar bastante. Muitas surpresinhas vêm por aí.

Por falar em surpresa... Decidimos que para comemorar esses dois anos, O Quarto de Nina fará um sorteio entre as pessoas que colocarem seus comentários durante o mês de outubro/novembro. Se você costuma passar por aqui e nunca comenta, não se acanhe, registre sua opinião. Se é a primeira vez, também não se acanhe. Ainda não decidimos a prenda, mas com certeza vocês vão gostar. Talvez o ganhador demore um pouco a receber, pois será justamente na fase que estaremos de mudança para Pernambuco, mas vai receber com certeza.

E aguardem as cenas do próximo capítulo...

 Escrito por Micheliny Verunschk às 12h54
[] [envie esta mensagem] []



Espertinha

Sábado passado, Ricardo passou em casa duas horas antes de viajar novamente (ele veio de Recife e ía pra Curitiba). Na hora da despedida ela começou:

-Dá beijo na Nina.

Ele deu.

Ela:

-Na outra bochecha.

Ele deu.

Ela:

-Dá beijo na mamãe.

Ele deu.

E na seqüência:

-Na bochecha.
-Na outra.
-Na testa.
-Outro beijo na Nina.

Ele viajou com uma carinha de quem queria ficar.

Também, pudera!

 Escrito por Micheliny Verunschk às 12h45
[] [envie esta mensagem] []



Em show

Nina e Tarsila em participação especial no show da banda Eu Mesmo. Para quem não sabe, o vocalista da banda, João Diniz, foi passar uma temporada em Londres. Foi um show histórico. Confiram![porque todo artista precisa se concentrar]


[uma beijoca]


[as pequenas musas]


[ela tem rock'roll no DNA.]


 Escrito por Micheliny Verunschk às 08h08
[] [envie esta mensagem] []



Porque tudo na vida muda...

...esse blog também vai mudar.

Não sei ainda como e nem quando e nem para que lugar, mas ele vai mudar. Ah, isso vai.

Fiquem atentos.

Estamos pensando.

 Escrito por Micheliny Verunschk às 11h49
[] [envie esta mensagem] []



Tanta coisa aconteceu...

Estamos de volta.

Nina, a cada dia mais esperta, engraçada, carinhosa. Delícia!!!!

Nós planejando grandes mudanças.

Tanta coisa aconteceu. Tati e João ( e Cuquinha e Ingá) foram pra Londres. Terminei meu terceiro livro de poesias. Decidimos que é hora de mudar...

Estivemos em Pernambuco nas últimas semanas preparando nossa mudança. E é isso. Iremos morar num lugar lindo, a 10 km de Recife, chamado Aldeia. Ar puro, espaço, luz solar, beleza.

Amo, amo São Paulo, por mais estranho que isso possa parecer. Mas precisamos andar de bicicleta, respirar bem, viver de outro modo por um tempo, dar a Nina uma infância de pé no chão.

Como sei que minha sina de cigana é sentir saudades sempre, já começo a curtir saudades daqui e dos meus amigos daqui. Do mesmo modo que nesses quatro anos senti saudades de lá e dos amigos e família de lá.

C'est la vie.

E agora, umas fotinhos de Ninoca na casa dos avós se divertindo à beça de boina e óculos.









 Escrito por Micheliny Verunschk às 20h09
[] [envie esta mensagem] []



SUPERCALIFRAGILISTICEXPIALIDOCIOUS!!!

Para quem não lembra, é a palavra inventada pela incrível babá Mary Poppins e define tudo que é assim, digamos, supercalifragilisticpialidoucius.

Loquei o filme no final de semana para rever. Mas quem adorou mesmo foi Nina. Vi no domingo. No dia seguinte, ela pediu ao pai: Pops! O filme foi passando e naquela cena em que Mary, as crianças e Bert entram dentro de um desenho feito na calçada, Nina começou a pular em cima de umas folhas de papel na qual estava desenhando. Ontem, me pediu: Pops!!! Quando fui colocá-la para dormir, estava agitadíssima, cantando a musiquinha do Supercalifragilistic... Ela só dizia o "doce" do final, mas era bem bonitinho. Comecei a cantar com ela, ela pegou o pai pela mão e os dois dançaram, ela jurando que era a própria Julie Andrews.



[clique no vídeo para assistir.]

 Escrito por Micheliny Verunschk às 13h20
[] [envie esta mensagem] []



graça

Do sábado para o domingo cedinho ela foi para nossa cama. Era uma cinco da manhã. Pediu o leite. Eu fiz. Ela tomou tudo sem ao menos abrir os olhos. E foi assim, sem abrir os olhos que ela pendeu a cabecinha para o lado e sussurrou: delíchia!!!

Eu ri, como faço agora.

 Escrito por Micheliny Verunschk às 10h16
[] [envie esta mensagem] []



imagens do fim de semana

Sábado, Parque da Água Branca


[ela já sabe que cada sombra corresponde a uma pessoa, ou coisa ou bicho]


[e ama o escorregador]

Domingo, passeando na Vila:






[ela é um ser de sagitário, independente...]


[concentrada com uma flor pequenina]


[e feliz com essa outra, que me oferece]


[uma pausa]


[e ela no portão]


 Escrito por Micheliny Verunschk às 10h01
[] [envie esta mensagem] []



[ ver mensagens anteriores ]